Novo motor da GE possui quase a mesma potência do foguete que levou o primeiro homem ao espaço

O mais recente motor a jato da GE, o GE9X, continua acumulando os superlativos. Além de ser o maior motor a jato comercial do mundo, também é o mais poderoso.


O motor desenvolvido pela GE Aviation, para o novo Boeing 777X, alcançou 134.300 lbf de empuxo durante um teste. Isso não está muito longe dos 189.000 lbf de impulso geradas pelo motor RD-107A do foguete Soyuz que ajudou Iuri Gagarin a se tornar o primeiro humano a orbitar a Terra, em 1961. Já o foguete Mercury-Redstone 3, que levou o primeiro norte-americano ao espaço tinha 78.000 lbf.


A nova quebra de recorde ocorreu durante um teste de engenharia em 10 de novembro de 2017, nas instalações de testes da GE em Peebles, Ohio. O Guinness World Records reconheceu o feito em julho de 2019, após a validação dos dados.


No Paris Air Show, a GE recebeu pedidos para mais de 700 motores GE9X. Esse motor, cujo fan frontal mede impressionantes 3,35 m de diâmetro, usa a quarta geração das blades do fan produzidos em fibra de carbono. Um dos destaques do novo motor são suas peças produzidas em novos materiais, como compósitos de matriz cerâmica resistentes à luz e ao calor, e componentes fabricados por tecnologias de fabricação em impressão 3D. O uso de cerâmica permitiu chegar à enorme taxa de pressão de 60:1 dentro do GE9X. Além disso, as novas tecnologias e materiais ajudaram a tornar o motor 10% mais eficiente em termos de combustível que o seu antecessor, o GE90. Os custos de combustível chegam, em média, a 20% das despesas operacionais de uma companhia aérea.













Fonte: https://aeromagazine.uol.com.br/

5 visualizações

© 2018 por Preflight. Desenvolvido por Armando Orsi